SEM PODER DE CONCLUSÃO, PARNAHYBA DECEPCIONA MULTIDÃO NO PISCINÃO!

SEM PODER DE CONCLUSÃO, PARNAHYBA DECEPCIONA MULTIDÃO NO PISCINÃO!

Por Renneé Cardoso Fontenele

Parnaíba/PI

(PARECIA MAIS UM JOGO EM QUE A MAIORIA SAIRIA FELIZ, MAS NÃO FOI!)

Disputando mais uma final de turno em casa, o Parnahyba Sport Club, a dois anos do seu centenário, assiste sua grande torcida saindo do Piscinão não revoltada, mas envergonhada (como ela própria se pronunciou)!

Parnahyba e Comercial fizeram o último jogo da final do primeiro turno do Certame 2011. O Parnahyba teria que vencer o Comercial, por qualquer resultado, no tempo normal, e, com isso, jogar uma prorrogação pelo empate. Bastava isso!

(AUSÊNCIA DE TOTONHO E LUCIANO EM CAMPO CONTRIBUIU, ENORMEMENTE, PARA NÃO HAVER ALTERAÇÃO NO PLACAR!)

Contudo, o que se viu nas quatro linhas do Piscinão, foi um time apático e, para piorar as coisas para o Tubarão, que de Tubarão não tinha nada, uma fragilidade em seu ataque que, a bem da verdade, mais se assemelhava a um ataque de time suburbano do que de um clube de futebol profissional. Não há negar que, em virtude dos desfalques, sobretudo de Totonho e Luciano, o Parnahyba muito perdeu em campo, por não ter em seu elenco um banco à altura dos titulares.

O setor defensivo do Parnahyba atuou bem, com destaque, aqui, para o goleiro Beto e Marcos Gasolina, neutralizando o poder de conclusão de Zé Rodrigues. Crislan, após substituí-lo, considerado o talismã do Comercial, nem apareceu em campo, tamanha atuação do setor defensivo. Já o meio-campo não existia, com uma única exceção: Idelvandro, revelando-se um grande jogador. Hoje, no entanto, jogou praticamente sozinho. Assim sendo, as jogadas inofensivas do Parnahyba partiam das laterais, ou melhor, da lateral direita, com Jorginho (outro guerreiro em campo e, erroneamente, expulso no segundo tempo!). Porque a lateral esquerda também não havia ninguém, dado o futebol de baixa qualidade apresentado por Armeiro. O ataque, então, ficou à mercê da torcida. Pois é, mas a torcida, infelizmente, não pode jogar, embora tenha feito o seu papel, lotando o Piscinão e incentivando cada jogador em campo!

Joniel, Isac  e Marcinho não sabiam o que estavam fazendo em campo, porque nada fizeram, além de correr, e quando bem queriam. Todavia, o nível técnico da partida era tão claramente baixo que o Parnahyba chegou, por duas vezes, ao gol do Comercial, de maneira a dar entender que converteria em gol pelo menos uma das oportunidades. Foi com Jack Chan a chance de gol mais clara: só ele e o gol, no segundo tempo, porque o goleiro do Comercial já estava batido no lance. Após receber dentro da área, na altura da marca do pênalti, Jack Chan chutou cruzado, numa diagonal que tinha a direção a linha de fundo, perdendo um gol incrível. Tal foi a façanha, que, no momento, a massa presente iniciou o grito de gol.

Oportunidades? Aconteceram, em razão da nivelação entre as duas equipes, não havendo um jogo trabalhado, técnico, aguerrido, como deveria ser, por se tratar de uma final. Mas de um jogo sem motivo de qualquer apreciação, salvo algumas atuações individuais.

Após a entrada de Da Silva, Marreco e, principalmente, de Felipe, houve uma melhora no ataque do Parnahyba.

(COMERCIAL, NO “FEIJÃO COM A RROZ”, CONSEGUIU MAIS UM TÍTULO!)

Por outro lado, o Comercial mesclava a tática usada pelo grande Aníbal: ora na retranca, ora atuava de modo ofensivo. Poucas bolas chutadas ao gol do Parnahyba. Quando chegavam com perigo, Beto, como é de seu desenvolvimento em campo, se destacava, operando grandes defesas. A exemplo, numa jogada onde Zé Rodrigues recebeu na área, fazendo um giro pela esquerda, não tardou para a defesa do goleiro Beto, retirando a bola do alcance do goleador do Azulão de Campo Maior. Noutra feita, Zé Rodrigues chutaria forte, para o encaixe seguro do arqueiro do Peixe.

Zé Rodrigues, ainda no primeiro tempo, impedido, tentaria o gol, porém sem efeito. Jogando à vontade, o Comercial seguiu as instruções de seu Treinador: jogou nos erros do Parnahyba, mesmo não conseguindo finalizar satisfatoriamente, por, também, ausência de qualidade necessária para tanto. Destaque para Barata e Tiaguinho, com uma grande apresentação em campo.

A torcida do Comercial compareceu e incentivou sua equipe como deveria ser. Vibrou a cada lance e saiu do Piscinão com mais um título, em meio à massa azulina do Parnahyba, tristonha e envergonhada com a péssima atuação do time litorâneo.

Campeão do Primeiro Turno, o Comercial não quebrou a invencibilidade do Parnahyba no Piscinão, com o empate em 0 a 0. Entrementes, quebrou uma sequência de títulos de turnos disputados em jogos de volta no Piscinão – nunca o Parnahyba havia perdido um título jogando a segunda partida em casa.

Parabéns ao Gigante dos Carnaubais pelo Título do turno, pela vaga na grande final do Certame e por conquistar a representação estadual no Brasileiro da Série D.

Anúncios

One comment

  1. é meu primo… q grande decepção, mas pra mim, q fui ao chiqueiro do comercial, não me espanta em nada a bolinha q o tubarão jogou, retratada por suas sábias colocações. Prú, não há neste nosso time um armador, um articulador. Me espanta mais ainda pq o Comercial é um time medíocre, mas q tem padrão de jogo, porém é só. Precisamos urgentemente de um cara veloz pra jogar ao lado do Da Silva e um cabeça pensante no meio campo, sem esquecer da lateral esquerda q é fictícia. Desta forma, pode ser q leve o segundo turno, pois este será muito mais complicado do que o primeiro, ja q o River vem mais forte… bjão meu irmão e no que depender de mim, vamos pro segundo turno com toda força, ja q o nosso tubarão vem jogar aqui contra o fla e o river. Bjo nas tuas rainhas ! saudade grande !!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s