COM MUITA CATIMBA DO ADVERSÁRIO, PARNAHYBA EMPATA NO PISCINÃO!

(Com o empate de hoje (23), Tubarão permanece invicto, em 19 partidas!)

Noite de segunda-feira, e a expectativa de mais uma vitória em casa. Parnahyba e River fizeram um jogo tenso, nada fora daquilo que se esperava.

Muita catimba tricolor, sobretudo quando Petrarca abriu o marcador no Piscinão, numa infelicidade de Wiliam Boré, aos 9 minutos da etapa inicial.

O Parnahyba, então, foi ao ataque, mas a defensiva tricolor não permitia maiores articulações. Fechado, o River contra-atacava, exigindo boas defesas do arqueiro azulino. Mas o Tubarão prosseguia atacando, em busca do gol. Ora com Fabinho, ora com Totonho, que não estava numa noite luzente.

A primeira etapa do confronto terminou com o adversário em vantagem, pelo escore mínimo.

No segundo tempo, Aníbal reforçou o ataque azulino, pondo em campo a velocidade de Puxinha, a articulação de Juninho Picachu e a técnica de Rivelino. Melhor em campo, o Tubarão foi todo ataque. A noite, porém, não estava “azul”.

Como se fossem acometidos por ataques súbitos, os jogadores riverinos caíam em campo, tentando prejudicar a dinâmica imposta através das alterações, com Rivelino, Puxinha e Juninho.

Bola alçada na área e Rivelino quase empatava a partida, num cabeceio forte. Aos 16 minutos, Rivelino sofre falta na entrada da área, cobrada por Fabinho, em nova oportunidade de gol. Como a noite não estava “azul”, aos 36, num bate-rebate na defensiva tricolor, a bola resvala na trave, posteriormente parte dela ultrapassa a linha do gol, num lance muito cobrado pela torcida e pela Comissão Técnica azulina.

A catimba tricolor, enfim, teve seu final, aos 42 minutos, com Juninho Picachu, após driblar o beque adversário, mandou para o fundo das redes tricolores, empatando o marcador em 1 a 1. Euforia na geral e arquibancada do Piscinão.

O clube azulino ainda teve um pênalti não marcado aos 45, com Puxinha, pela esquerda, derrubado pelo arqueiro tricolor. Leonardo Marques, como sempre, nada marcou.

Fim de jogo aos 50 minutos, e um empate azulino com gosto de vitória, em virtude do contexto da partida. (Renda de 13.378.00, para um público pagante de 1.258)

Renneé Cardoso Fontenele – Assessoria de Imprensa do PSC

Anúncios

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s