TUBARÃO “PAPA” MAIS UM TÍTULO, SENDO O MAIOR CAMPEÃO PIAUIENSE DO 2º MILÊNIO

PARNAHYBA CONQUISTA O TÍTULO DE 2012: O CAMPEÃO VOLTOU!

(Eles são grandes, mas o Tubarão é enorme!)

Foi uma emoção indescritível. Quem foi ao Piscinão presenciou algo de muito valor. Sentimentos, ansiedades, enfim, tudo o que envolve uma torcida apaixonada foi exposto na tarde de hoje, dia 15 de julho de 2012.

O Tubarão entrou em campo e logo foi recepcionado pela sua massa que estava em peso, pronta a apoiar o clube mais antigo do Estado. Mas a tarde deste domingo prometia muita emoção, algo à flor da pele, como se diz.

Guerreira, a equipe azulina jogou com o regulamento “debaixo do braço”. Aos 17 minutos, contudo, Cleiton Cearense deixa o gramado expulso pela arbitragem, em jogada com o adversário pela esquerda do ataque azulino. Da Silva também não continuava em campo, em virtude de um estiramento muscular na perna direita. Aplaudido pela massa azulina, Da Silva deixa a partida, entrando em seu lugar Puxinha.

O primeiro tempo, entretanto, terminava empatado, sem gols.

Na segunda etapa, logo aos 3 minutos, o Flamengo tem a oportunidade de marcar, através de uma penalidade marcada, bastante contestada pelo clube azulino. Após o gol do Flamengo, a equipe azulina cresce em campo, voltando a atacar com mais frequência. William, de falta, quase marca.

Noutra feita, Luciano, na marca penal, bate fraco, para a defesa de Robson. Puxinha também teve sua oportunidade de marcar, mas a zaga rubro-negra estava impecável.

Os minutos finais da partida foram administrados pela equipe de Paulo Moroni, que, ao som ensurdecedor de é campeão, ao coro de mais de 6 mil pessoas que lotavam as dependências do Piscinão, soube muito bem esperar o apito final.

Promessa cumprida: não só os atletas azulinos, e o treinador Paulo Moroni, como a Diretoria do clube, mas a torcida, novamente, foi o grande diferencial nesta final. Aliás, em todos os jogos, diga-se, em todos os jogos, porque, “o campeão voltou”!

O Tubarão foi campeão com Rodrigues; Gilmar Baiano, Erivaldo, Marcos Gasolina, Cleiton Cearense; Alessandro, Luciano, Totonho, Jorginho, (Damisson), e William; Da Silva (Puxinha) e Renatinho. Técnico: Paulo Moroni.

O Flamengo foi vice-campeão com Robson; Bruno Paraíba, Marcelo, Wildinho e Samuel; Zuza, Bruno Potiguar (Joginho Paulista), Célio e Flavinho; Italo e Ranielson (Darlan). Técnico: Oliveira Canindé.

Arbitragem: Francisco Pereira de Lima Júnior – Carlos Lustosa Filho e Tiago Costa Leitão – Edmilson Timóteo e José Walmir

Renda: R$ 45.320 – Público: 4.607 pagantes (Mais de 6,000 torcedores assistiram ao grande jogo entre Parnahyba e Flamengo)

Por Renneé C Fontenele/Assessoria de Imprensa do Parnahyba Sport Club

Anúncios

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s