Com Zé Rodrigues e Gilmar Baiano na área, Tubarão bate Cori, assumindo a liderança

Substituído, Luciano deixa o gramado na segunda etapa. (Foto: Renneé Fontenele/Hora do Drible)

Substituído, Luciano deixa o gramado na segunda etapa. (Foto: Renneé Fontenele/Hora do Drible)

(Por muito pouco o placar não marcou 3 a 0 Tubarão, mas os dois gols válidos mostraram o conjunto que ainda está se fortalecendo dentro das quatro linhas)

Por Renneé Fontenele

Parnaíba (PI). Quando Paulo Moroni afirmava, durante a semana passada, que Zé Rodrigues no ataque e Gilmar Baiano na defensiva, juntando-se ao elenco atual, fariam grande diferença, ele não estava errado. Apenas, não esperava que Gilmar Baiano praticamente ‘roubasse a cena’.

Apoiado pela torcida presente, a equipe azulina, logo aos dois minutos, partiu para o ataque, com o ala esquerdo Rian, mandando tiro certeiro para a meta alvinegra, mas a bola acabou encontrando o travessão de Baby. Rian, aliás, muito trabalhou em campo, partindo de suas jogadas diversas articulações.

Fabinho estava muito marcado. (F. Renneé Fontenele/HD)

Fabinho estava muito marcado. (F. Renneé Fontenele/HD)

Aos 12, novamente Rian e Fabinho, em jogada rápida, sofrem falta. Na sequência do lance, Zé Rodrigues quase marcava, fechando de carrinho, na marca penal, após cruzamento de Rian.

Aos 35, em jogada pela direita com Diego Capela, a bola é invertida para Rian que alça na área para a tentativa de Zé Rodrigues. O centroavante, porém, não chega a tempo.

A partida começou a ficar tensa, de modo que Barata, após sofrer várias faltas por um mesmo atleta alvinegro, comete falta e é advertido com cartão amarelo. Os cartões, inclusive, foram bastante distribuídos aos jogadores azulinos: Barata, Marcos Gasolina, Totonho, Idelvando e Gilmar Baiano.

Andrey substituiu Baby. (F. Renneé Fontenele/HD)

Andrey substituiu Baby. (F. Renneé Fontenele/HD)

Embora muito equilibrado, o primeiro tempo não conheceu o balançar das redes do Piscinão.

Moroni, então, volta para a etapa seguinte com a mesma formação, mas o ‘espírito’ da equipe era outro.

Aos 19 minutos, depois de levantamento feito na área por Barata, Gilmar Baiano, na raça, manda para as redes alvinegras, fazendo 1 a 0 Tubarão, para o delírio azulino no Piscinão.

O jogo passou a ficar muito disputado. Em jogada que seria o segundo gol azulino (a bola, inclusive, chegou às redes), gerou uma confusão e expulsão do zagueiro Gilmar Baiano e do goleiro Baby, do Cori-Sabbá, aos 24 minutos. Fora das quatro linhas, Baby, e outros jogadores do Cori, ainda seriam envolvidos com outra discussão, desta feita com o Supervisor do Tubarão, Julio Cesar, próximos aos vestiários.

Mas a bola rolou, com Andrey ‘substituindo’ Baby, pelo lado alvinegro, e Paulo Moroni queimando as três substituições, colocando em campo Ivan, Idelvando e Everton, retirando Barata, Luciano e Capela.

Rian, aos 32, volta a explorar o setor, avançando e batendo cruzado para o gol de Andrey, mas sem muito perigo.

Formação azulina para o confronto. (Foto: Renneé Fontenele/Hora do Drible)

Formação azulina para o confronto. (Foto: Renneé Fontenele/Hora do Drible)

Já aos 44, a partida parecia terminar sem o gol de Zé Rodrigues, parecia… Após jogada de técnica e de muita raça de Idelvando, pela esquerda, entre dois beques alvinegros, Zé Rodrigues cabeceia para o gol de Andrey, balançando as redes do Cori, numa jogada de técnica do centroavante azulino. Era o gol que faltava na partida: 2 a 0 Tubarão e muita vibração da torcida azulina que, mesmo sem lotar o Piscinão, esteve presente, apoiando o clube desde o início até o final do confronto.

Formação do Cori-Sabbá. (Foto: Renneé Fontenele/Hora do Drible.blogspot.com)

Formação do Cori-Sabbá. (Foto: Renneé Fontenele/Hora do Drible.blogspot.com)

709 pagantes, apenas, gerando uma renda de 7.257.50 reais. O embate terminou aos 50 minutos. O Parnahyba entrou e venceu com Rodrigues, Barata, Eridon, Marcos Gasolina, Gilmar Baiano, Rian, Luciano, Totonho, Zé Rodrigues, Capela e Fabinho.

A partida teve arbitragem central de  Antônio Santos Nunes, auxiliado por Edmilson Timóteo da Silva e Antônio Sérgio de Sousa Araújo, sendo válida pelo primeiro turno do estadual, equivalente à Taça Estado do Piauí. O próximo confronto do Tubarão será na quarta-feira próxima (6), contra o Flamengo, no Lindolfo Monteiro, às 20h.

Assessoria de Imprensa do PSC

1 comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: